Rebeca leva ouro e é 1ª brasileira com 2 medalhas numa só Olimpíada.
02/08/2021 08:02 em Esporte

Após conquistar a prata no individual geral, um feito inédito para a ginástica brasileira, Rebeca Andrade, de 22 anos, fez história mais uma vez na madrugada deste domingo (1) ao ganhar o ouro na disputa de salto na Olimpíada de Tóquio. Além de trazer as primeiras medalhas olímpicas da ginástica artística para o Brasil, Rebeca quebrou um outro recorde ao se tornar a primeira brasileira a conquistar duas medalhas em uma única edição dos Jogos. Antes dela, apenas atletas brasileiros homens atingiram essa marca.

Rebeca escolheu movimentos de alta complexidade para a disputa final e chegou a trocar um dos saltos que havia escolhido nas classificatórias pelo Amanar, de duas voltas e meia, que lhe rendeu a nota 15.000 e garantiu a vitória. Ela também executou um outro salto difícil, o Cheng, e fechou a disputa com 15.083 pontos. No segundo lugar, ficou a americana Mykayla Skinner (14.916 pontos), e em terceiro a sul-coreana Yeo Seojeong (14.733).

O salto é a grande especialidade de Rebeca, mas sua vitória não deixa de surpreender. A ginasta paulistana já passou por três cirurgias para reconstruir um ligamento do joelho direito, e os saltos exigem muito dos membros inferiores no momento da aterrissagem. Uma das cirurgias foi feita antes do Mundial de 2019 e Rebeca poderia não ter participado dos Jogos de Tóquio se eles tivessem acontecido em 2020. O adiamento para 2021,por causa da pandemia de covid-19, garantiu sua participação e as vitórias históricas para a modalidade no Brasil.

“Usei todas as cartas que eu tinha. Eu saltei dupla e meia, que é uma coisa que as pessoas falavam que eu não ia fazer, porque é ruim para o joelho, mas eu treinei muito, estava preparada. Se eu ficasse pensando nisso [nas lesões], eu não faria mais ginástica. Eu estou bem, forte, com a mente boa, pronta para fazer. Fui lá e fiz"

Rebeca Andrade

ginasta brasileira, em entrevista à imprensa após conquistar o primeiro ouro do Brasil na ginástica artística

 

Foto: REUTERS

 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!